terça-feira, 16 de junho de 2009

Luís Cabral 1931-2009

Luís Cabral morreu há dias, a 30 de Maio. Não tive tempo de postar o óbito no Meios de Produção antes, depois de ter lido a notícia do Público. Faço-o agora, sem complexos. Era o irmão do Amílcar e vivia exilado em Portugal depois do golpe de estado que levou Nino ao poder na Guiné Bissau. Não foi nenhuma autoridade do estado português ao seu funeral. Eu sou meio filho da Guiné. Compreendo os pobres fanáticos, como o meu pai, que se recusam a acreditar que lutaram alguns anos no ultramar numa guerra sem sentido, absurda, colonialista e racista. Compreendo que dizer-lhes isto é como dizer que foram estúpidos quase toda a vida e que nunca o compreenderão. É dizer-lhes que acreditaram na propaganda fascista e que vão ter que morrer com ela. Deixo a notícia do Público online. A foto é do Carlos Lopes.

Sem comentários: